Os protocolos do Jejum Intermitente

Os protocolos do Jejum Intermitente

Temos 2 estados possíveis que se alternam entre si: estado de jejum e estado alimentado. Os dois são  fundamentais para a tua saúde! Vem conhecer os protocolos do jejum intermitente.

Jejum intermitente – potencializador da tua saúde

 

Falar de jejum é quase um tabu. Conotado muitas vezes com a religião, apresenta-se sob a forma de um estado doloroso de fome. Quebrar esta barreira de pensamento não é fácil, tendo em conta o quanto está enraizado o
seu conceito.
No entanto, ao longo de todo o processo evolutivo, o jejum sempre fez parte da vida do homem. Em tempos de escassez, o homem passou fome, mas não morreu! Aliás, o estado de jejum é associado a um estado de vigilância e de alerta. Por isso, a mente fica mais ativa e o instinto de sobrevivência apura os sentidos. O jejum permite que se dê a autofagia, ou seja, a renovação celular.

Qualquer pessoa pode fazer jejum?

 

Não! O jejum, tal como o defendemos no Estilo Paleo, não pode ser forçado nem doloroso. Por isso, precisa ser feito em consciência e de forma a obter o máximo de resultados positivos para o corpo e mente, ou então não fará sentido jejuar.
Assim, para que possas dar este passo no teu percurso em busca de mais saúde, precisas respeitar 3 pontos básicos acerca do jejum:
  • Ponto 1 – cuidar da alimentação

Se estás a começar, adapta primeiro o teu corpo a uma alimentação limpa e depois verás que o jejum passa a ser uma necessidade natural do teu organismo.
  • Ponto 2 – experimenta sem stress

Não programes jejuns forçados, nem te esforces por aguentar a fome mais um pouco, apenas porque tens que jejuar. Em primeiro lugar, experimenta um jejum simples, acompanhado de bebidas como o chá ou o café, sem açúcar nem adoçantes. Se der a fome, não lamentes, identifica-a e vê se está realmente na hora de te alimentares.
  • Ponto 3 – que fome vais matar?

Claro que se estás a pensar jejuar, só o facto de teres consciência disso, vai te ar fome. Defendo que existem 3 tipos de fome, a física, a emocional e a de hábito. Podes ler aqui o artigo em que falo sobre elas, para aprenderes a identificar a tua.

Existe um tempo ideal para fazer jejum intermitente?

Não existe uma resposta padronizada. Vai variar de acordo com cada pessoa e as suas necessidades pessoais.
O que se fala, são em vários protocolos que podem ser seguidos, mas na prática, o que faz sentido é alimentares-te quando a fome real aparecer, simples assim.
Vamos conhecer alguns dos protocolos que existem na literatura, porém, repito, não te cinjas ao que está escrito, ouve o teu corpo e dá-lhe o que ele realmente precisa. Se forem 13 horas ou 17, não importa!
  • Sentes-te bem assim?
Faz o que o teu corpo pede.

Os protocolos de jejum intermitente mais usados

12/12

 

O jejum que todas as pessoas devem fazer é o de 12/12. Ou seja, estar em jejum durante 12 horas e alimentar-se, média de 3 refeições, durante as outras 12 horas. Não precisas de te alimentares de acordo com o Etilo Paleo para o fazeres, qualquer pessoa deveria fazê-lo.

16/8

Este é o jejum que habitualmente faço. É um jejum simples e natural e a maior parte dos dias janto e apenas almoço no dia seguinte. De manhã tomo um café simples, quente e forte, por puro prazer de beber café.
Para o fazeres tranquilamente, basta saltares a última refeição do dia ou a primeira, ao acordares. Por exemplo, se lanchares pelas 16h e depois só voltares a comer pelas 8 da manhã, tens um intervalo de 16 horas.

18/6

 

Este protocolo permite-te, regra geral, fazer duas refeições por dia. Fazes um intervalo de 18 horas entre elas e outro de cerca de 6 horas. Assim, jantas às 8 da noite e no outro dia a tua primeira refeição é as 2 da tarde. Quando, ao fim de semana almoçamos mais tarde, faço este protocolo. É natural e simples.

24/24

 

O protocolo de 24 horas quer dizer que podes fazer apenas uma refeição por dia, por exemplo, só almoças. É muito prático. Simplifica muito em termos de preparação de refeições e é perfeitamente aceitável para muitos organismos.
Claro que não precisas de escolher um e fazer. Acima de tudo sente e escuta o teu organismo para que possas fazer aquilo que realmente precisas na hora. Podes ter necessidade de fazer um jejum de 24 horas de vez em quando, por exemplo. Ou os jejuns de 12 horas são os mais compatíveis com os fins de semana, porque tomam a primeira refeição em família… não importa. Seja qual for o teu, hoje, que seja aquele que o teu corpo precisa.

Jejum e exercício físico

 

Muitas vezes aparecem as dúvidas sobre como nos devemos alimentar antes ou depois do exercício físico. E a resposta, embora não agrade a todos, é bem simples: se tens o teu corpo otimizado com uma alimentação ao Estilo Paleo, deves comer quando tens fome, não importa se antes ou depois do exercício. São duas coisas distintas.
No Estilo Paleo, procuramos alimentos de verdade, de acordo com o que comemos ao longo de todo o nosso processo evolutivo. Então é assim, os homens caçadores não comiam para ir caçar. Nem ficavam debilitados com um ou dois dias de jejum, pois se ficassem, não estaríamos aqui hoje. O jejum, repito, deixa-nos mais alerta e vigilantes, apura os nossos sentidos e faz com que o nosso instinto de sobrevivência fique mais apurado, otimizando o nosso corpo e promovendo a renovação celular.
Bom, já me alonguei demais e ainda falta muito para dizer… fica para outro dia, noutro artigo.
  • Até lá, conta-me tudo!
  • Fazes jejum?
  • Qual o protocolo que mais usas habitualmente?
  • Que dúvida ainda te ficou para que eu possa responder noutro artigo?

 

Tranquilamente,
Bela
Como continuar a receber conteúdo de qualidade?

 

  • Em primeiro lugar, todas as sextas feiras envio para os meus contatos um email com informações e com o resumo do que aconteceu na semana. Se queres receber, clica no atalho abaixo e diz-me em qual dos teus emails queres receber as minhas dicas.
  • Além disso, na plataforma Udemy tenho um curso que te ensina, passo a passo, como podes criar o Teu Estilo Paleo.

Podes encontrar-me, igualmente, nas redes sociais e no YouTube

 

  • Se queres seguir tudo o que se passa, a Página

Meu Estilo Paleo

é o elo de ligação entre toda a minha presença online.

  • Para um apoio individualizado e especializado, segue a minha página de

Coach e Mentoring

  • Além disso, podes vir fazer parte do nosso grupo no facebook

Grupo Meu Estilo Paleo

  • Queres ter tudo organizado e com um acesso fácil?

Podes seguir o nosso algum no Pinterest

  • Todas as 4ª feiras sai no nosso canal do YouTube um vídeo. Por isso convido-te a te inscreveres no atalho seguinte:

Podes te inscrever aqui