Carnes magras versus carnes gordas

Carnes magras versus carnes gordas

 A escolha da carne que vamos inserir na nossa alimentação deve seguir alguns critérios. Conhece qual a escolha ideal.

Carnes magras versus carnes gordas

Em primeiro lugar vamos lá ver o que é isto de carnes magras e de carnes gordas. Tendo em conta que somos seres pensantes e que temos a capacidade de interpretar, é normal que o meu conceito de carne magra não seja, exatamente, igual ao teu.

Carnes magras, tradicionalmente…

Quando alguém ouve falar do seu médico ou nutricionista em carnes magras, pensa logo em peito de frango sem sabor, peito de peru sem sabor, coxa de frango sem a pele estaladiça, ter que deixar de comer aquele bife suculento… A realidade é que deve ser isso mesmo que o profissional de saúde quer dizer, principalmente se ele pertence à velha guarda dos que têm medo de gorduras e acha a gordura a causa principal da obesidade, juntamente com a preguiça crónica dos que querem emagrecer e não conseguem… por isso vem sempre a “receita”: come menos, opta por produtos sem gordura e mexe-te mais.
Enfim, felizmente, já vão existindo profissionais que presam o seu compromisso e atualizam-se… mas disso falaremos noutro dia!

Carnes magras e Loren Cordain

No seu livro The Paleo Diet, Cordain fala em carnes magras como sendo a opção ideal para uma alimentação mais ao Estilo Paleo. 
Efetivamente, Loren Cordain, no início das suas investigações, falava muito da importância das carnes magras… mas, acompanhando todo o seu trabalho, é fácil compreender o que ele agora nos diz sobre a gordura da carne.
É coerente que, se temos um animal a alimentar-se corretamente, ele será saudável. Em contrapartida, tal como nós, quando os animais comem de forma incorreta, não ficam saudáveis e a gordura que apresentam não será, logicamente, saudável. Os animais que se alimentam de pasto ou que são caçados são aqueles que, por excelência, devemos dar prioridade no nosso prato.
Em relação à gordura desses animais, Cordain diz:

“Animal fat, per se, probably isn’t the boogeyman that we once thought that it was. We now have some pretty good meta-analyses in which we look at all kinds of studies put together. The meta-analyses are not showing that  saturated fat was the evil that we, at one time, thought it would be.”

Tradução:
A gordura animal, por si só, provavelmente não é o bicho-papão que pensamos que era. Agora temos algumas boas meta análises em que analisamos vários tipos de estudos. As meta análises não estão a mostrar que a gordura saturada era o mal que nós pensamos que seria.
Cordain afirma ainda que se um caçador mata um alce e encontra uma boa camada de gordura, que ficaria muito feliz com essa gordura.
Então, as carnes magras que Cordain fala nada tem a ver com as carnes magras que o meu médico de família sugere que eu ingira.

O que colocar no meu prato

A gordura não é o bicho papão, mas também não podemos nos atirar a ela como o que há de melhor. O ideal é, sempre que possível, acrescenta à nossa alimentação carnes de animais de pasto. E comer a carne tal como se apresenta.
Em relação às carnes de animais que foram criados de forma  aumentarem de peso rapidamente com o menos custo possível em termos de alimentação… bom, eles não serão assim tão saudáveis, logo essa gordura deve ser evitada ou comida com moderação. Nem sempre é possível, quer por questões monetárias, quer por questões de disponibilidade, encontrar a carne de pasto ideal. No enanto, optar por uma carne, mesmo sem ser de animal de pasto, será sempre mais saudável do que optar pela sandes com fiambre logo ao pequeno almoço – segundo afirma o Dr. Souto.
  • Afinal, quem não gosta de saborear uma perninha de frango com a pele super estaladiça?
  • Qual a tua carne preferida?
  • Tens alguma questão sobre este assunto que gostarias de ver esclarecida?
Comenta ou envia-me mensagem.
Este texto é a resposta à Carla de uma questão que ela me colocou. Posso, na próxima quinta, responder a ti.
Fica bem.
Tranquilamente,
Bela

Como continuar a receber conteúdo de qualidade?

  • Em primeiro lugar, todas as sextas feiras envio para os meus contatos um email com informações e com o resumo do que aconteceu na semana. Se queres receber, clica no atalho abaixo e diz-me em qual dos teus emails queres receber as minhas dicas.
  • Além disso, na plataforma Udemy tenho um curso que te ensina, passo a passo, como podes criar o Teu Estilo Paleo.

Podes encontrar-me, igualmente, nas redes sociais e no YouTube

  • Se queres seguir tudo o que se passa, a Página

Meu Estilo Paleo

é o elo de ligação entre toda a minha presença online.

  • Para um apoio individualizado e especializado, segue a minha página de

Coach e Mentoring

  • Além disso, podes vir fazer parte do nosso grupo no facebook

Grupo Meu Estilo Paleo

  • Queres ter tudo organizado e com um acesso fácil?

Podes seguir o nosso algum no Pinterest

  • Todas as 4ª feiras sai no nosso canal do YouTube um vídeo. Por isso convido-te a te inscreveres no atalho seguinte:

Podes te inscrever aqui